11 de abril de 2011

UMA ATITUDE SEM PINGO DE NOBREZA

Não basta ser-se filantropo e altruísta para se ser coerente. Fernando Nobre acaba de esfacelar publicamente os restos da sua credibilidade. Ao aceitar ser o cabeça de lista por Lisboa pelo PSD, nas próximas eleições legislativas, Fernando Nobre não se limitou a defraudar a maior parte dos numerosos votos que angariou nas últimas eleições presidenciais; ele também reforçou a ideia de que nos encontramos no “reino-do-vale-tudo” e atolou sem remédio o princípio da coerência e da independência. Nobre tratou de “governar a vidinha”. E todos estamos agora em condições de lhe dizer que os que lhe apontaram desde cedo o protagonismo de uma conduta civicamente errática e oportunista têm agora a certeza de que não é com ele que se pode contar para a emergência de um Portugal mais limpo, mais dignificado e menos manipulado.

10 comentários:

tb disse...

Infelizmente assim é. Subscrevo as suas palavras.
Abraço, forte!

João de Castro Nunes disse...

Fernando Nobre mostrou
que não tem qualquer craveira:
a sua nobre carreira
num lodaçal... acabou!

JCN

Jorge disse...

...já disse noutro local da minha profunda tristeza e desilusão. Depois de outros "choques" como o Greenpeace e a OMS, também, cá dentro, havia de acontecer isto. caminho a passos largos para a total descrença em tudo e todos.

João de Castro Nunes disse...

Dia nenhum há na vida
em que um ídolo não caia:
feitos de argila cozida,
são todos da mesma laia!

JCN

João de Castro Nunes disse...

Num país que se imbuiu
das lamas da corrupção
todo o lixo da nação
à suprtfície emergiu!

JCN

João de Castro Nunes disse...

Tudo o que é mau se descobre
na primeira ocasião:
o Dr. Fernando Nobre
alinhou na corrupção!

JCN

João de Castro Nunes disse...

São diversas as maneiras
de alinhar na corrupção
para além da tentação
de atulhar as algiberas!

JCN

João de Castro Nunes disse...

Se corromper é pecado,
menos não é ser corrupto:
seja qual for o conduto,
vai dar tudo ao mesmo lado!

JCN

João de Castro Nunes disse...

Por mais que o homem pretenda
sua conduta abonar,
de cada vez a emenda
pior o deixa ficar!

JCN

João de Castro Nunes disse...

No parlamento da treta
nós estamos na iminência
de ocupar a presidência,
em vez de um bonzo, um pateta!

JCN